contato@ciropedia.com.br Galeria | Vídeos

Políticas e Políticos | 3 Agosto 2022

Registros do assassinato de petista no Paraná sumiram

Perícia constatou que acesso às imagens das câmeras de segurança foi apagado

Os registros de acesso às imagens de câmeras de segurança do local onde o guarda municipal e tesoureiro do PT de Foz de Iguaçu, no Paraná, Marcelo Arruda foi morto pelo policial penal bolsonarista Jorge Guaranho, foram deletados dois dias após o crime, segundo laudo pericial juntado à ação penal na qual o policial penal responde pelo homicídio duplamente qualificado do guarda municipal da prefeitura de Foz do Iguaçu.

 

Marcelo Arruda foi morto a tiros no dia 9 de julho durante a própria festa de aniversário.

 

Curiosamente, o vigia que liberou as imagens das câmeras de segurança que comprometem o policial bolsonarista também apareceu morto.

 

Mistérios... mistérios... só chamando Maurílio Pinto e Joca do Pará para resolver...

MAIS LIDAS

Whatsapp