contato@ciropedia.com.br Galeria | Vídeos

Políticas e Políticos | 3 Agosto 2022

Rogério critica ativismo de juízes, mas esquece de Moro

Em entrevista à Difusora-FM, de Mossoró, ex-ministro tentou amedrontar Poder Judiciário

Para Rogério Marinho, candidato a senador pelo PL, é necessário um "reposicionamento constitucional"  para que cada poder da República "fique na sua caixinha".

 

Candidato de Bolsonaro no Rio Grande do Norte, Rogério Marinho coordenou a distribuição de tratores e as verbas do orçamento secreto usado pelo governo para comprar apoio de deputados e senadores.

 

"Estamos vendo um ativismo enorme do Judiciário e estamos vendo um enfrentamento absolutamente desnecessário para o Brasil", disse ele.

 

O que Rogério esqueceu (ou faz questão de que esqueçam) é que ele apoiou integralmente a ação do então juiz federal Sérgio Moro ao perseguir, acusar e condenar à prisão o ex-presidente Lula, primeiro colocado nas pesquisas durante as eleições de 2018, atropelando a tudo e a todos, a ponto de suas decisões terem sido revogadas.

 

Quando Moro fez o que fez contra Lula e a favor de Bolsonaro, de quem ganhou de presente o cargo de ministro da Justiça, Rogério não viu ativismo. Nem desrespeito à lei. E Sérgio Moro, enquanto fui juiz, nunca falou nos autos... só nos alto-falantes pra todo mundo ouvir.

MAIS LIDAS

Whatsapp